terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Um bom sentimento vale por mil. 'Sim, tens razão.'

Descobri hoje a importância dos sentimentos. Sentir alguma coisa, em relação a algo, pode realmente fazer a diferença. Há que ter coração. Passa uma bela mulher no meio de uma rua horrível e há um sentimento misto: de atracção em relação à mulher, de repulsa em relação à imundice da rua. E ela, Roberta Cruz de Sousa Pinho Silva Ferreira & Santos sempre teve sentimentos. Altiva, confiante. Passada larga, galgando obstáculos, sempre focada no objectivo. Nunca enganou niguém que chegaria longe. Atrás de Roberta, apenas aqueles que tinham menos sentimentos que ela. Eu, por exemplo, sempre senti sentimentos. E quem sente sentimentos, é pessoa. Quem não sente não é ninguém e, em alguns sítios, também não é filho de boa gente. Hoje descobri que há pessoas com um sentimento: o sentimento de que tem sempre razão. E eu eu estou sentido com isso.

3 comentários:

Anónimo disse...

sinto que desta vez tens razao ;) ab
pedro

ela disse...

O que li aqui não esqueci. E na vida acontecem destas coisas. Um milhão de informações e uma apenas lhe chama a atenção. E alguém diz "Mas fostes te importar com isto?". Pois sim, me importei. Importei-me com o que li aqui e quero adicionar este blog como um dos meus favoritos, lá no meu blog (veja que conscidência!). Posso?
Michelle, janelapessoal@blogspot.com

Pena Frenética disse...

Obrigado pelas suas palavras. Adicione à vontade.